Quer comprar nossos produtos?
Acesse aqui nossa loja on-line!

Fale com a
AgBiTech! 😉
Espalhe eficiência e longevidade no controle da Helicoverpa.

Armigen é um bioinseticida inovador à base de baculovírus de alta virulêncua que promove um ciclo de reinfecção nas lagartas do ambiente, entregando ao produtor um melhor e maior período de controle.
Download folder digital
O protetor que faltava para derrubar a Spodoptera frugiperda

Controlar aSpodoptera frugiperda fica mais fácil com a ajuda de uma grande protetor como Cartugen, o bioinseticida à base de baculovírus que melhora a eficiência dos defensivos químicos, protegendo o potencial produtivo do milho e do algodão agora e no futuro.
Download folder digital
Espalhe persistência a perder de vista contra a falsa-medideira

Com o efeito dominó de reinfecção de Chrysogen, o bioinseticida à base de baculovírus, uma lagarta infecta a outra e age contra a falsa-medideira do começo ao fim.
Download folder digital
A peça que faltava para proteger a soja Bt das Spodopteras.

Bioinseticida à base de baculovírus, Lepigen espalha controle desde os primeiros sinais da praga, com excelente custo-benefício e máxima proteção para a sua soja Bt.
Download folder digital
Estabilidade de controle em dobro

Primeiro e único produto no mercado a base de pré mistura de baculovírus. Este produto inovador proporciona a combinação do efeito dominó de Chrysogen para falsa medideira, e a efetividade e controle prolongado de Armigen para Helicoverpa, propiciando ao produtor uma maior comodidade no controle destas lagartas.
Download folder digital
Acerte nas lagartas atraindo as mariposas

Atrair mariposas é o primeiro passo para vencer as lagartas. Experimente uma solução efetiva para controlar mariposas e reduzir o potencial de dano na sua lavoura.
Download folder digital

Orientações de Segurança

Todos os produtos da AgBiTech possuem CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA: PRODUTO NÃO CLASSIFICADO QUANTO À TOXICIDADE.

Primeiros Socorros: Procure logo um serviço médico de emergência levando a embalagem, rótulo, bula e/ou receituário agronômico do produto.

Ingestão: Se engolir o produto, não provoque vômito. Caso o vômito ocorra naturalmente, deite a pessoa de lado. Não dê nada para beber ou comer.
Olhos: Em caso de contato, lave com muita água durante pelo menos 15 minutos. Evite que a água de lavagem entre no outro olho.
Pele: Em caso de contato, tire a roupa contaminada e lave a pele com muita água corrente e sabão neutro.
Inalação: Se o produto for inalado ("respirado"), leve a pessoa para um local aberto e ventilado. A pessoa que ajudar deve proteger-se de contaminação usando luvas e avental impermeáveis, por exemplo.

ANTÍDOTO: Não há antídoto específico.

- Os Baculovírus estão amplamente presentes no meio ambiente e têm sido utilizados para o controle biológico de insetos por mais de 100 anos.
- Não é esperado nenhum efeito toxigênico causado pela exposição ao Baculovírus.
- Evidências circunstanciais para a segurança do Baculovírus emergem do histórico de contato entre Baculovírus e humanos sem efeito prejudicial.
- Nenhum membro da família Baculoviridae é infeccioso para plantas e vertebrados. Assim, não é esperada infecção por esses microrganismos.